Bertolt Brecht

Leituras, técnicas e exercicios cênicos a partir de Brecht segundo Brecht, de Oswaldo Mendes e Terror e Miséria no Terceiro Reich, de Bertold Brecht.

Período

de 11/02 até 09/06 (16 encontros)

Horários

das 10h às 13h

Valor

4 x 300,00 (ou à vista com 5% de desconto).

Coordenadores
Guilherme Sant'Anna

Formado em Artes Cênicas e com Pós-Graduação em Arte Integrativa, atua desde 1972. Trabalha junto ao Tapa desde “Apenas um Conto de Fadas”, em 1989, mas também atuou com o Grupo Folias D’Arte, a Companhia D’Alma e com o diretor Vladimir Capella, entre outros. Por sua atuação em “O Senhor do Porqueiral”, de Molière, recebeu os prêmios APCA, Mambembe e Shell de Melhor Ator. Recebeu seu segundo APCA em 2005, por “A Mandrágora”, de Maquiavel, e seu segundo Shell em 2012, por “L’Illustre Molière”. 

Atua, desde 2002, como diretor na Oficina de Atores Nilton Travesso, onde montou textos de autores como João Cabral de Mello Neto, Chico Buarque de Hollanda, Gil Vicente e Jean Tardieu.

Clara Carvalho

Formada em Letras pela PUC-Rio, trocou o balé clássico pelo teatro quando tinha 26 anos. Foi indicada quatro vezes ao Prêmio Shell (por "Ivanov", "Frankensteins", "Órfãos de Jânio" e  “Ou Você Poderia Me Beijar”) e o recebeu uma vez, por "Órfãos de Jânio", em 2002. Ganhou também o Prêmio Mambembe em 1998 ("Ivanov"), o Prêmio Qualidade Brasil de Melhor Atriz em 2002 ("Major Bárbara") e o Prêmio APCA de 2003 ("Frankensteins"). Também foi indicada ao prêmio APCA de Direção, em 2015, por seu trabalho em "A Máquina Tchekhov" ao lado de Denise Weinberg e está indicada ao prêmio APCA de Melhor Atriz em 2018 por "A Profissão da Senhora Warren".

Trabalha também como tradutora, assinando a versão em português de peças inglesas e francesas como "Toc Toc", "Os 39 Degraus", "Retratos Falantes", "Ligações Perigosas" e “O Ensaio”, entre outras.